Muitas vezes

Muitas vezes

Muitas vezes

As vezes eu quero o barulho
De quando encontro os amigos
Em que todos falam e ri
Ao mesmo tempo
E ninguém entende ninguém
Mas isso nos faz tão bem

As vezes eu quero o silêncio
Para sentir e ouvir
O interior de mim mesmo
Que desmorona tudo que faço
E desfaz os meus passos
Que iam rumo ao que acreditei
Continue lendo “Muitas vezes”

Velho amigo!

Velho amigo! - julio cantuaria

Velho amigo
Amigo meu
Não temas o perigo
Siga firme, na fé em Deus

As pedras e espinhos
Sempre estarão à frente
Mas Deus cuidará dos caminhos
Meus e seus

E como sempre
Passaremos por tudo isso
Sem se esquecer das dificuldades
Mas se alegrando nas vitórias
Continue lendo “Velho amigo!”