Caminhoneiro – Quem é do trecho não para

Que Deus ilumine
Os caminhos
Dos caminhoneiros
Que estão no trecho

Com as mãos no volante
Com o pé no acelerador
Os olhos fixos no horizonte
E a saudade no peito

Transportando no bruto os sonhos
O alimento que vai chegar na mesa
Matérias primas, insumos
E material de consumo

Transportam de tudo
Pelos quatro cantos do Brasil
E o mundo afora
Ouvindo no rádio moda de viola

Caminhoneiro que partiu
Para a sua aventura
Cheio de planos na cabeça
Dando sinal de farol

Para pedir passagem
Nessa viagem
Cheia de perigos
E dificuldades

Onde quem vai
Nunca sabe se volta
E quando se põe o sol
Na imensidão do céu

O sono aperta
E a saudade também
E preciso ficar alerta
Com a escuridão que vem

E paisagens passam
Cidades ficam para trás
Certeza de que o destino
Está logo a frente

É quando chega no coração
O grande alívio
Sensação de dever cumprido
Em mais uma missão

Em que a carga
E o caminhoneiro
Foram entregues
Afinal, ele voltou pra casa

Para abraçar a família
E descansar a máquina
Até o telefone tocar
Com as coordenadas

Para atender
Em mais uma tocada
Nessa longa estrada
Por que quem é do trecho não para

Caminhoneiro – Quem é do trecho não para
Julio Cantuária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *