Solidão

Solidão
É um grande buraco fundo
Que trás depressão
E a incerteza do futuro

 

E sem rumo
A gente se lança
No mundo
A ponto de experimentar
De tudo

 

Para tentar
Anestesiar a dor
Que doe sem saber
O porquê

 

Enquanto que o querer
Sempre foi ter
Um amor
Que preenchesse esse vazio

 

Que me esquentasse
Nesse frio
Que compartilhasse
O meu sorriso
Por eu ser amado

 

Bem diferente do presente
Triste e solitário
Desse pobre coitado
Que olha para o lado e não vê
Nada além desses versos amargos

 

Extraídos do coração
Cansado e maltratado
Pela escuridão que definida
Em uma só palavra é solidão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *