Saudade de alguém

Saudade de alguém
Saudade de uma época
Daquela lembrança
Da infância

Saudade de alguém que voou
Saudade do tempo que passou
Saudade da brincadeira
E até mesmo da bicicleta

Saudades de um objeto
Que se usou
Saudade de um amigo
E daquele convívio

Saudades de alguém da família
Saudade de um olhar
De um sorriso
Que já não brilha

Saudade daquela conversa
Que ficou sem terminar
E que ainda espera
Para continuar e finalizar

Saudade de um abraço
De um convite para um café
Saudade do espaço
Que já teve em outro coração

Saudade do sonho
Da vida que ainda não veio
Saudade da ansiedade
Por esperar o reencontro

Saudade de matar a saudade
De alguém
Nesse vai e vem da vida
Que é refém da saudade

Saudade da rebeldia
De quando se era jovem
Saudade da fé e da alegria
Que é a força que nos move

Saudades de montão
Saudades dos momentos
Que preenchem o coração
De pequenos fragmentos

Afinal, a verdade
É que a gente nasce
Vive cheio e morre
Nesse mar de saudades

Saudades
Julio Cantuaria

2 respostas para “Saudade de alguém”

  1. Estou amando conhecer as poesias desse poeta.
    Muuuito prazer!
    Você é mais um dos meus poetas preferidos .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *