Chuva louca!

Por mais que a noite
Esteja sem lua
Não há nada melhor
Que dormir
Com o baralho da chuva

E eu desligo a mente
Pra não lembrar
Do passando, presente
Ou futuro

Nem tão pouco
Do despertador
Que vai me acordar
Eu só penso em sonhar

E a alma sai do corpo
E vem o descanso
Por mais que seja pouca
As horas de sono
Que chuva louca

Chuva louca!
Julio Cantuaria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *